Charcutaria

Na Makro encontra uma vasta seleção de produtos de charcutaria e fumados regionais e internacionais. Os melhores enchidos, presunto, bacon, fiambre, salsichas e peito de peru preparados segundo técnicas ancestrais de conservação de carnes que passaram de geração em geração e seguindo a verdadeira tradição portuguesa. Tudo com a mais alta qualidade.

Selecionámos o que de melhor se faz em Portugal e agora partilhamos consigo deliciosos produtos que vão desde as Regiões do Minho, Trás-os-Montes, Beiras (Quiaios e Beira Baixa), Lamego, Trancoso e Alentejo.

Na Makro, inspire-se nas nossas sugestões de charcutaria e fumados e marque a diferença junto dos seus clientes.


Regiões

  • Minho/Trás-os-Montes

    Das regiões do Minho e Trás-os-Montes destacamos a barriga fumada, com 60 dias de cura e os enchidos preparados com carne de porco da raça bísara, uma carne marmoreada, macia, suave e muito suculenta.

  • Lamego e Quiaios

    Na gama de enchidos destas regiões, de destacar o salpicão, a farinheira e o chouriço de vinho, preparados a partir de uma combinação de carnes de porco rigorosamente selecionadas.

  • Guarda

    Destacamos o chouriço tradicional (com e sem picante), o salpicão, a morcela e a farinheira produzidos com pedaços de carne de porco selecionada que passam para fumeiro de lenha de azinho que lhes confere um sabor tão característico.

  • Trancoso

    Da região de Trancoso, a Makro traz à sua mesa o melhor salpicão, a melhor chouriça e a melhor moira. Enchidos elaborados a partir de uma rigorosa seleção de carnes com origem na região e um saber bem guardado e com história.

  • Alentejo

    Terra do sobejamente conhecido e apreciado Porco Preto que pasta em total liberdade no Montado Alentejano e que se alimenta sobretudo de bolota, responsável pela gordura que se desfaz na boca e pelos inconfundíveis aromas e sabores.

  • Mirandela

    Da região de Trás-os-Montes chega-nos a mais famosa das alheiras. Um enchido com proteção de Especialidade Tradicional Garantida (ETG), produzida de forma tradicional a partir de carne de porco bísaro e cruzado.


Como preparar uma tábua de enchidos?

Práticas e fáceis de preparar, as tábuas de enchidos não podem faltar no seu menu.

Siga as nossas sugestões e ofereça aos seus clientes uma refeição rica em sabores variados.

Fruta fresca

Provavelmente os seus clientes estão à espera de uma tábua de enchidos preparada exclusivamente com sabores salgados. Pois bem, surpreenda-os! Coloque na sua tábua fruta fresca como uvas, maçã, alperces ou figos.

Os sabores doces e salgados combinam na perfeição

Frutos secos

Nozes, amêndoas, pistácios são alguns dos frutos secos que poderá colocar na sua tábua de enchidos. Além de adicionar mais textura, servem para saborear como aperitivos nos intervalos das provas dos enchidos.

Pão, tostas e bolachas de água e sal

São os melhores amigos dos enchidos, tornando a sua experiência ainda mais saborosa e apelativa.

O pão deverá ser do dia.

Azeitonas

Entre frutos secos e enchidos, as azeitonas podem complementar a sua tábua. Experimente utilizar uma boa azeitona portuguesa como a galega ou em conserva, que acompanham bem enchidos mais salgados.

Como conservar o presunto

  1. Colocá-lo num local seco e fresco (15 e 25ºC), preferencialmente pendurado ou num suporte para presunto.
  2. Unte a parte aberta com um pouco de toucinho e cubra com os pedaços maiores da casca e toucinho que retirou no início.
  3. Cubra tradicionalmente com um pano de cozinha de algodão.

Alentejo

O presunto de porco preto tem um sabor e aroma inconfundíveis, em que o doce e o salgado se fundem de forma harmoniosa com a gordura intramuscular caraterística desta raça que hoje em dia só se encontra no sudoeste da Península Ibérica.
Recomendamos que para disfrutar do melhor sabor do presunto de porco preto, este seja cortado em fatias muito finas.

Bísaro

Com origem numa raça de caraterísticas únicas, de criação em regime de pastagem e de uma alimentação selecionada, o presunto de porco bísaro é o resultado de uma cura com temperatura e humidade controladas, que lhe confere um sabor único.

Lamego e Serra da Estrela

Terra do famoso “Presunto de Lamego”, único no país e um dos enchidos portugueses mais conhecidos fora das nossas fronteiras. Uma enorme evolução no processo de produção, reduzindo a quantidade de sal e o tempo de fumo, permitiu obter um produto de excelência menos salgado, mantendo um sabor muito agradável: mais macio e com um ligeiro travo a fumo.

Espanha

Ibérico ou Serrano, o presunto espanhol distingue-se pelo tipo de porco utilizado na sua preparação. Enquanto o presunto ibérico é produzido a partir de porco pata negra, o presunto serrano é feito do porco branco. Estes presuntos distinguem-se ainda no sabor em relação aos outros tipos de presunto, pelo modo como os animais são criados, sendo o sabor influenciado também pelas pastagens onde os porcos se alimentam.

Como cortar presunto?

  1. Para realizar um corte perfeito é necessário que o presunto esteja à temperatura ambiente e colocado numa posição o mais horizontal possível.
  2. A faca deve ser flexível e estar bem afiada. Para realizar o corte perfeito, a fatia deverá incluir um pouco de gordura e não deve exceder os 4cm de largura.
  3. Sirva o presunto num prato morno.
940x502

Também poderá estar interessado em: