Tornar-se num cliente

Pedir o cartão MAKRO

Cocktails de Champanhe

cocktails champanhe

Um prazer espumoso

Em qualquer celebração o champanhe é imprescindível!

Quem quiser servir este vinho espumante aos seus clientes de uma maneira diferente, no Natal e no Ano Novo, pode inventar cocktails atraentes para a mais festiva das bebidas


A bebida que se permite chamar-se a si mesma champanhe foi regulada de forma precisa em 1927: a área vitícola no nordeste de França, que abarca 33.500 hectares, o cultivo e a sua produção regem-se por estritas normas de qualidade.

Esta rainha das bebidas compõe-se quase exclusivamente por três variedades de uva: a vermelha, Pinot Noir e Pinot Meunier, e a Chardonnay branca. Estão permitidas outras cinco variedades mas utilizam-se pouco. É a mistura destas variedades o que dá ao champanhe esse carácter inconfundível. 

Especialmente procurados pela sua raridade são os champanhes brancos, os chamados Blancs de Noirs. Blancs de Blancs é o nome dado à variedade única de produtos preparada apenas com uva Chardonnay.


Outra variante igualmente muito demandada é o Cuvée Prestige, o respectivo produto estrela do fabricante. Cuvées são champanhes que se fazem com vinhos da primeira uva prensada. A indicação "Reserva" guarda-se para champanhes feitos com mistura de colheitas melhores do mesmo lugar e destaca-se pela sua qualidade superior. A qualidade normal denomina-se "Tradição".

copos champanhe

O Kir-Royal


O vinho branco com licor de groselha negra (crème de cassis) está na sua origem. No Kir substitui-se o vinho branco por champanhe e obtém-se o Kir Royal. Um Kir-Royal compõe-se de uma parte de crème de cassis e nove partes de champanhe.

O nome desta particular bebida foi cunhado por Félix Kir, quem em meados do século 20 foi presidente de Dijon, uma cidade da França oriental. Ele servia sempre este cocktail nas recepções da sua cidade, como uma estratégia de marketing, devido à crescente produção de groselha negra ser uma das mais importantes fontes de rendimento dos agricultores da região.
Na década de 1980 esta bebida frutada estendeu-se além das fronteiras de França.
kir royal

Outros cocktails

O Bellini. A lenda conta que o Bellini, criado em 1930, tem a sua origem no famoso "Harry bar" em Veneza.


Este champanhe é aromatizado com pêssego branco na proporção de 2:1 e, se for necessário, pode-se acrescentar um pouco de melaço de açúcar. Também se pode introduzir um bocado de pêssego no copo. 

Todos os ingredientes têm que ser esfriados com antecedência porque os cocktails de champanhe servem-se sempre sem gelo. O luxo é perfeito quando são apresentados num copo de alta qualidade ou numa elegante taça.

Desde a Austrália procede ainda outra variante moderna de cocktail de champanhe: coloca-se num copo uma flor de hibisco conservada em calda e verte-se sobre ela o champanhe. Com o champanhe a flor abre-se e sobe à superfície e o champanhe obtém uma cor decorativa rosada. A flor é comestível e tem um sabor reminiscente a framboesa e a ruibarbo.
cocktail champanhe

sabia que

Sabia que...?

É divertido abrir as garrafas, mas na verdade a repentina perda de pressão na garrafa não faz bem nenhum a esta bebida nobre. Os profissionais extraem a rolha de cortiça lentamente. Para isso, a rolha segura-se firmemente com a mão e é a garrafa que se gira - Não ao contrário!