Tornar-se num cliente

Pedir o cartão MAKRO

Perna de porco

perna porco assada
O porco é o animal comestível mais importante em todos os continentes. A preferência por esta carne já percorreu um longo caminho. Desde que o homem se conformou com uma existência sedentária, há já cerca de 10.000 anos, que se tentou domesticar e utilizar o porco como fonte de alimento. Para tal, converteu-se o porco selvagem no ancestral dos porcos domésticos de hoje em dia.

A importância do porco

Estes animais fizeram o seu caminho num primeiro momento através das colónias europeias e de aí para a América e Austrália. Anteriormente, os porcos eram completamente desconhecidos. Hoje, no entanto, são a fonte de carne mais importante em todo mundo. Cozinheiros de todo o mundo apreciam o porco pela sua versatilidade, e o usam-no de forma criativa, com ideias diversas para a sua preparação.

Os porcos estão prontos para a matança quando têm entre 6 e 8 meses e um peso entre 70 a 120 quilos.

Ao contrário da carne de vaca, a carne de porco não tem por que ser pendurada e pode ser vendida e processada directamente.

Para um consumo e degustação ideais é aconselhável utilizá-la rapidamente, pois, em caso contrário, o sabor pode variar. A carne de porco pode ser guardada no frigorífico durante vários dias e no congelador até seis meses. Quando se confecciona é recomendável que, por razões de higiene, se deixe cozinhar bem por dentro.

como preparar

As melhores peças e cortes

São várias as partes do porco que podem ser usadas para um bom assado. Se está à procura de um sabor suculento e forte o ideal é uma peça do cachaço (pescoço) assada no forno, visto que esta parte já contém a sua própria gordura, que proporciona um assado suculento.


O mesmo sucede com a peça da pá, que é, sem dúvida, uma das partes mais valiosas do porco. A carne desta zona tem uma textura mais gorda, que é menos adequada para modos de cozedura rápidos, mas sensacional para refogados lentos. No entanto, as partes menos gordas do porco são muito populares entre os amantes da comida assada. Por exemplo, a cabeça da perna, cuja carne mais fina e magra oferece bonitas peças assadas. Naturalmente, o lombo de porco tem um lugar consolidado na lista das especialidades assadas. O lombo e a sua costeleta podem ser assados juntos no forno.

como fatiar

Os cortes na peça da perna

Desde há já alguns anos que se vem observando uma tendência gastronómica por parte dos cozinheiros e apreciadores da carne de porco: evitar a carne muito magra procurar o ponto certo de gordura, presente nalgumas peças como a entremeado ou o secreto, e de maior qualidade.
O lema é: não há cortes mas sim criações muito suculentas, que permitem aos cozinheiros mais ambiciosos utilizar o sabor da carne da melhor maneira que sabem.
um conselho

Um conselho

Para o amante do assado estaladiço, a pele dever ser cortada transversalmente. A carne deve ir ao forno por cima de uma cama de verduras e/ou de hortaliças. Este é o sabor mais delicioso, para além de se adequar perfeitamente ao inverno. A perna de porco adquire um ar crocante extraordinário e com certeza que o comensal vai reparar nisso.


sabia que

Sabia que...?

A boa qualidade pode ser reconhecida à primeira vista. A carne de porco fresca deve ter uma cor ligeiramente rosácea, com um grão fino e levemente jaspeado. A gordura, quanto mais branca e firme for, melhor.